terça-feira, 31 de julho de 2007

Igreja das Múmias

Mais uma atração turística de Cracóvia, que você não vai encontrar nos manuais de viagens e nem ouvir dos guias turísticos. E se você perguntar pelas ruas, ou mesmo, nas centenas de livrarias da cidade, não vai ter resposta. Alguns, ao ouvir, "Igreja Święt Kazimierz", vão indicar a "Igreja Bożego Ciało", no bairro judeu do Kazimierz.
Talvez isso se deva, por que os monges Franciscanos-Reformados não queiram propaganda de suas catacumbas. Mas a igreja das múmias européias existe ali na Ulica (rua) Reformacka, 4, sim! Não são como aquelas tradicionais múmias de sarcófagos egípcias, com bandagens e tudo mais, não! Pois são múmias vestidas com suas próprias roupas mortuárias. Foram colocadas no porão da igreja dos Franciscanos-Reformados ao longo dos últimos séculos.




Foto Ulisses Iarochinski

Como estas primeiras, de quatro monges, colocadas no chão de terra batida da catacumba no início dos anos 1600. Durante a segunda guerra mundial, os soldados alemães levaram mais de duas mil múmias para que Jozef Mengeli fizesse experiências em Auschwitz. Restaram apenas setenta múmias. Na época do comunismo, as catacumbas podiam ser visitadas diariamente, mas há alguns anos é possível somente visitar o porão da igreja uma vez no ano, no dia primeiro de novembro, dia de "Todos os Santos". E por apenas 15 minutos! A explicação para a existência de múmias não embalsamadas seria a existência de um microclima no porão da igreja. Estão em perfeito estado, os corpos de nobres polacos e europeus; de um soldado de napoleão e de um bispo, que deve ser canonizado santo, em razão de seus milagres.
Verdade é que algumas múmias estão em processo de deterioração. A causa seriam as constantes visitas que ocorreram nas últimas décadas, daí o porque da restrição para apenas um dia de visitação no ano. Sendo que no último ano não foram permitidas visitas.
Postar um comentário