domingo, 25 de janeiro de 2009

Corredor de sal em Wielicka

Foto: Ulisses Iarochinski

Não, não é uma foto de neve... Não! Esta é uma das tantas galerias na mina de sal de Wielicka, nos arredores de Cracóvia. Considerada patrimônio da humanidade pela Unesco, desde 1978, a mina produziu sal por mais de 700 anos. Hoje serve apenas como local turístico, não porque o sal acabou, mas por ter sido enserida na lista do organismo da ONU. Mesmo porque, o sal este continua ser explorado a 20 km de distância em uma mina vizinha, em Bochnia.
Uma das atrações turísticas mais visitadas dos arredores de Cracóvia, a mina de sal, recebeu 2006, 1 milhão 65 mil e 857 pessoas, destes 58% estrangeiros. Entre os estrangeitos, os britãnicos com mais de 57 mil foram os que mais visitaram seguidos do alemães com mais 50 mil turistas
A rota turística dentro destes tuneis e galerias de sal tem cerca de 3 km. São 20 câmeras entre 64 a 135 metros de profundidade. O passeio dura cerca de duas horas. Mas a mina é maior que o percurso visitado. Depois de séculos de exploração ela tem aproximadamente 10 km de extensão, 600 a 1500 m de largura e cerca de 400 m de expessura.
Postar um comentário