segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Ano novo em mosteiro

Mosteiro Beneditino Tyniec em Cracóvia - Foto: Adam Golec

Neste ano, várias centenas de polacos quando perguntados onde vão passar o Ano Novo, têm a resposta na ponta da língua: "Vou passar num mosteiro."
O mais famoso dos mosteiros, embora seja o mais antigo é o mais novo a proporcionar a festa de São Silvestre. É ele o mosteiro dos padres beneditinos, no bairro de Tyniec, em Cracóvia. Costuma-se dizer: "aquele do outro lado do rio Vístula. Já que no lado de cá, da cidade, está o mosteiro de Kamedłów.
Quando os monges beneditinos pela primeira vez convidaram a população para comemorar o reveillon de uma forma diferente, eles anunciaram: "Bem vindos ao antysylwestra. Nós garantimos isso conosco. Você será capaz de se concentrar, de acalmar-se, de meditar sobre a impermanência".
Um ano atrás, 60 pessoas se reuniram Tyniec. "Para este ano, no início de dezembro, já tinhamos 88 solicitantes", diz Jadwiga Pribyl, do Instituto Beneditino de Cultura. Se houvesse mais lugares com certeza o mosteiro receberia muito mais pessoas para passarem o Ano Novo de uma forma diferente. Sem festas, algazarras e bebedeiras.
Os padres deste mosteiro cracoviano são os mesmos que traduziram a Bíblia, diretamente do aramaico e grego antigo para o idioma polaco. A bíblia polaca pode ser adquirida em qualquer livraria da Polônia, mas especialmente ali no Mosteiro de Tyniec ela é vendida com um algo mais, arriscando-se pode se conseguir um autógrafo de um dos monges na página de rosto do livro sagrado.
Mas não é só neste mosteiro que os polacos vão passar o dia dedicado a São Silvestre. Os pedidos para a meditação alcançou os mais de 100 mosteiros do país.
Postar um comentário