segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Polônia é o maior produtor de vodca da UE


Embora seja apenas por um único aspecto, ninguém na União Europeia pode competir com a Polônia! 
No quê? 
A Polônia é o maior produtor de vodca entre os países membros da comunidade europeia. Apesar disso o mercado polaco não é suficiente para disputar o primeiro posto entre os maiores consumidores do mundo.
Russos, estadunidenses e ucranianos ocupam os primeiros postos em termos de consumo desta bebida alcóolica.
Os dados apresentados pelo presidente do Federação Polaca dos Empregadores da Indústria de Bebidas Alcoólicas (PPS ZP), Leszek Wiwała indica que o valor da produção da indústria polaca de aguardentes é de 3,4 bilhões de euros (9,18 bilhões de reais). 
Enquanto na maioria dos países europeus, o consumo per capita médio anual é de cerca de 5 por litros de aguardentes, na Polônia é de 8 litros. Wiwała informou que na Polônia há 265 empresas distribuidoras de bebidas alcoólicas e 136 fabricantes. 
A produção anual é de 3,2 milhões de hectolitros de bebidas. A PPS ZP estima que cerca de 85 por cento da produção polaca em hectolitros de álcool puro é vodka. 
Os maiores produtores de vodca na União Europeia depois da Polônia são: Suécia, Reino Unido, França, Alemanha e Finlândia.
"Mas quando se trata de nosso mercado de vodca, somos o quarto mercado em termos de volume de vendas, depois da Rússia, dos EUA e da Ucrânia", acrescentou Wiwała
Ele também observou que o gosto polaco têm evoluído ao longo dos anos. "Nos anos 70, a Polônia consumia um "mar de vodca", pois era o principal entretenimento da população. No entanto, isso mudou completamente. No final dos anos 90, a bebida alcoólica mais popular tornou-se uma cerveja. Desde então, a cerveja domina. Apesar disso achamos que ainda somos um país "vodqueiro" ("wódczanym")"
Mas em termos de álcool puro, isto significa que a ingestão de bebidas destiladas é apenas um terço do mercado consumidor, enquanto mais da metade é da cerveja e cerca de um quinto de vinho", esclareceu o presidente da PPS ZP.
Ele acrescentou que três quartos de bebida destilada consumida na Polônia é de vodca pura. Outros destilados como rum, uísque ou saquê ainda ocupam um mercado marginal. 
Em 2009, a Polônia exportou apenas 400 mil de hectolitros prontos de vodca, principalmente para os países da UE, EUA e México. 

 P.S. certamente estes últimos dados são a razão para a vodca polaca ser tão pouco conhecida e conhecida no mundo... algo parecido com a cachaça brasileira, que embora conhecida não tem mercado exportador expressivo... como o uísque escocês, ou rum cubano.
Postar um comentário