quinta-feira, 26 de junho de 2014

Polônia: berço da vodca

A Polônia é considerada mundialmente como o berço da vodca. Isso demonstra a pesquisa histórica e etnográfica.
A informação documentada mais antiga sobre a vodca em terras polacas é datada da primeira metade do século XV. E este registro escrito é o mais antigo em todo o mundo, a respeito deste aguardente.
A palavra "wódka" foi localizada nos registros do tribunal da cidade Sandomierz de 1405. Ao longo dos séculos, a produção de vodca na Polônia cresceu tanto quanto as lendas sobre este aguardente polaco, e tornou-se parte da tradição nacional, da história, da literatura, dos costumes e da vida social.
Ao longo do tempo as tecnologias de fabricação da vodca foram sistematicamente sendo aperfeiçoadas para tornar a bebida uma das mais apreciadas pela qualidade e excelência.
Durante séculos, a vodca polaca é conhecida e apreciada em mais de 100 países em todos os continentes, em todos os lugares.

Fábrica de vodca em Varsóvia no século XIX
Tradicionalmente produzida a partir de cereais e batatas selecionadas a vodca polaca foi inúmeras vezes agraciada com medalhas, troféus e prêmios obtidos em todas as competições internacionais reconhecidas.
Os conhecedores de vodca no mundo conhecem as marcas mais famosas da Polônia como Baczewski, Luksusowa, Żytnia, Belvedere, Wyborowa, Żubrówka, Dębowa, Chopin, Królewska e muitas, muitas outras. Na arena internacional, a vodca polaca é considerada um de seus quatro ícones nacionais.

A "wódka" da Polônia está para os polacos e o mundo o que é o uísque para os escoceses, a champanhe ou conhaque para os franceses.
Atualmente, a Polônia é o quarto maior mercado de vodca do mundo, depois da Rússia, dos EUA e da Ucrânia. A produção anual de vodca na Polônia é de cerca de 260 milhões de litros.

Cronologia
Tonéis de destilação de vodca - início do século XX
1405 - a primeira menção da palavra vodca nos registros do tribunal em Sandomierz;

1534 - a palavra vodca é usada na obra de Stepan Falimirz, "As ervas e sua energia" em "A queima de vodca com ervas"; As primeiras informações sobre a produção de vodka surgem no contexto da sua utilização na medicina da época. Na segunda metade do século XVI há um desenvolvimento dinâmico da produção de vodka. Os principais centros de produção de bebidas foram Cracóvia, Poznań e Gdańsk; Também começaram as exportações de vodca para fora das fronteiras do Estado  polaco. Inicialmente, a palavra vodca determinava apenas "bebida alcoólica", mas no início do século XVIII, o termo "wódka" começa a dominar, e é usado no sentido contemporâneo. No século XVIII é introduzida a batata na produção da vodca. Devido ao grande sucesso desta matéria-prima.

1782 - em Wybranówce, perto de Lwów, é criada uma das primeiras fábricas que utilizam novos métodos de tratamento à base de álcool pela família Baczewski;

Século XIX - foi um período de prosperidade para a vodca polaca. Foram criadas várias indústrias vodcas na Polônia.

1919 - Criação da Dyrekcji Monopolu Spirytusowego (Direção do Monopólio da bebida Alcoólica) englobando todos os assuntos relativos à indústria da vodca do período do Królestwa Kongresowego (Reino Unido); A Direção foi dissolvida em 1920.

1924 - Adoção da Lei do Monopólio das Bebidas Alcoólicas, que implantou o monopólio estatal da vodca;

1933 - criação da Associação dos Produtores deVodca;

II Guerra Mundial - Foi realizado o confisco da maior parte das destilarias por parte dos invasores alemães. A vodca virou moeda no mercado negro;

Período do pós-guerra - foram feitas nacionalizações das destilarias agrícolas;

1953 - Decreto revoga a limitação de cereais como a batata e ervas como base dos ingredientes das  vodcas;

1973 - Criação do Przedsiębiorstwa Państwowego Przemysłu Spirytusowego "Polmos" (Empresas Estatais das Indústrias de Bebidas Alcoólicas);

1980 - Novamente são decretados limites na base da matéria-prima de cereais e batatas para a produção de vodcas puras;

1991 - Liquidação das Empresas Estatais "Polmos";

1998 - Comercialização das "Polmos" com a inicitiva privada;

1999 - Divisão das marcas das vodcas polacas, anteriormente pertencentes todas à "Polmos";

2001 - Começa a privatização acelerada das "Polmos".

2006 - Criação da Associação da Vodca Polaca.

2006 - É implementada a primeira definição de como deve ser produzida a vodca polaca;

2009 - Criação da União dos Empresários Polacos fabricantes de vodca;

2013 - há uma nova definição de vodca polaca, que para ser polaca produzida no território da Polônia, deve conter apenas batata ou grãos tradicionais como centeio, trigo, aveia, cevada e triticale.
Postar um comentário