quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Polônia: país mais católico do mundo

Missa na Catedral de Wawel em Cracóvia - panteão nacional

Cerca de 36 milhões de polacos se confessam católicos apostólicos romanos. Certamente é a maior proporção entre a população total de um país e uma única religião. Nem um outro país católico como Itália, Espanha, México ou Brasil possuem. Mais de 90% dos polacos são católicos da igreja do Papa Francisco.

Mas o Instytut Statystyki Kościoła Katolickiego (ISKK) (Instituto de Estatística da Igreja Católica) publicou esta semana uma pesquisa com base no ano de 2015. Os dados referem-se aqueles polacos que vão à missa aos domingos e àqueles que nestas missas realmente comungam.

A pesquisa apontou que a diocese com maior número de frequentadores das missas se encontra em Tarnów, cidade a 90 km de Cracóvia, com 70% dos católicos daquela diocese.

No dia em que a pesquisa foi realizada foram a igreja 10 milhões e 600 mil pessoas. Destas 4 milhões e 500 mil comungaram.

Isso não significa que apenas 40% dos polacos vão à missa, porque a pesquisa foi realizada apenas num único domingo. E missa tem todo dia e mesmo que não tenha missa, o polaco vai a igreja para rezar a qualquer momento e em qualquer dia.

Outras dioceses com alto percentual apontadas pela pesquisa com mais de 50% de frequentadores são de Rzeszów, Przemyśl e Cracóvia. Depois seguem as dioceses com mais de 30% de frequentadores daquela missa de domingo, em Szczeciń, Kamień, Koszalin, Kołobrzeg, Łódż e Zielona Góra.

O ISKK também registrou naquele dia que os padres realizaram 370 mil batismos, 360 mil primeiras-comunhão, 270 mil crismas e 134 mil casamentos.

Outro dado encontrado foi sobre quantos católicos de cada diocese moram no estrangeiro. O que dá bem uma ideia de que regiões da Polônia emigraram em maior número, os polacos para o exterior.

Estão no estrangeiro 73.224 pessoas da diocese de Szczeciń, 89.746 de Koszalin-Kołobreg, 65.418 de Elbląg, 83.152 de Toruń, 48.045 de Ełk, 85.646 de Poznań, 94.222 de Legnica, 54.165 de Wrocław, 108.002 de Świdnica, 85.967 de Opole, 65.731 de Radom, 112.678 de Lublin, 94.740 de Rzeszów e 92.388 de Przemyśl.

Em relação à população, as dioceses com menores números de emigrantes são Katowice com 50.150 pessoas de uma população de 1.759.993, Varsóvia com 75.413 pessoas de uma população de 1.529.930, Sandomierz com 36.986 pessoas de uma população de 752.730 e Cracóvia com 98.817 pessoas de uma população de 1.651.533.

De acordo com a pesquisa dos 39 milhões de habitantes, 32 milhões e 600 mil católicos vão a igreja regularmente, ou seja 82% dos católicos polacos.

Teto da Mariacka - Basílica Santa Maria de Cracóvia
Postar um comentário