sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Wajda dedica à família

Nesta quarta-feira, o cineasta fez uma "avant-premiere" de seu novo filme "Katyń". A apresentação foi apenas para um reduzidíssimo grupo de pessoas, entre familiares, amigos próximos e alguns jornalistas. Após a projeção, ele disse que o cinema é o melhor meio para se falar alguma coisa sobre a tragédia de Katyń, a qual os jovens polacos quase nada sabem. Andrzej Wajda (andjei vaida) confessou que este é o seu filme mais pessoal e o dedicou a sua própria família. O pai do cineasta, Jakub Wajda, foi oficial das Forças Armadas polacas e morreu no massacre de Katyń com 43 anos. "Minha mãe esperou bastante alguma notícia sobre ele, com a esperança de que seu marido ainda estivesse vivo". disse Wajda. Talvez este seja o filme mais aguardado e de maior promoção da carreira do mais conceituado cineasta polaco de todos os tempos. O lançamento oficial é nesta segunda-feira, dia 17 de setembro, no Festival de Cinema de Gydnia.
Postar um comentário