quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Szymborska recitando novos versos


Wbrew wiedzy i naukom geologów,
kpiąc sobie z ich magnesów wykresów i map
sen w ułamku sekundy piętrzy przed nami góry tak bardzo kamienne,
jakby stały na jawie

Estes são os primeiros versos de uma das poesias do livro que foi lançado no último mês, em Cracóvia, com o título de "Tutaj". A própria autora recitou o verso nesta última terça-feira, na Ópera de Cracóvia.
Wisława Szymborska, a poeta polaca Prêmio Nobel de Literatura de 1996 continua poetando e recitando. Este é o terceiro livro dela desde a premiação pela Academia de Estocolmo. Em 2002, foi "Chwila" e em 2006, "Dwukropek". E o novo livro com poucos dias nas livrarias está se tornando o mais novo "best-seller" da Polônia.
A apresentação na Ópera Krakowska começou as 19 horas junto com Mariana Stali e Tomasz Stańko e foi em comemoração aos 50 anos da Editora Znak, que desde 1959 publica livros de autores como Karol Wojtyła, Joseph Ratzinger, Czesław Miłosz, Leszk Kołakowski, ks. Józef Tischner, Norman Davies, Umberto Eco, Josif Brodski e Ryszard Kapuściński, além é claro da expoente cracoviana Wisława Szymborska.


A capa do novo livro de poesias que está custando 26,00 złotych ( algo em torno de 18,50 reais) e abaixo a poesia "Sen" no próprio manuscrito da grande poeta:

Postar um comentário