domingo, 1 de fevereiro de 2009

Partido do presidente reunido em Cracóvia

Está acontecendo em Cracóvia o congresso do partido PiS (Direito e Justiça) do Presidente Lech Kaczyński. Delegados do segundo maior partido no parlamento polaco estão buscando adotar uma nova plataforma de condução em suas políticas e propondo muitas mudanças na administração do Estado.
Em seu discurso de abertura, o líder Jarosław Kaczyński (gêmeo do presidente da República) disse que a nova ordem em seu partido será de "Paz não guerra". Kaczyński também convidou o Primeiro Ministro, Donald Tusk, para se encontrar com ele, mas somente após o congresso de seu partido.
Antes de iniciado o congresso do PiS, Tusk tinha expressado sua vontade de discursar aos delegados do partido opositor. O Premier polaco é do PO (Partido da Cidadania).
Na manhã de ontem, o porta-voz do PiS, Adam Bielan, na Radio Polska 1 falou sobre estas novas diretrizes de seu partido, dizendo que o programa é complexo e aporta mudanças no sistema econômico. "O maior problema da economia hoje, é como crescer com o aumento do desemprego. É isto que o cidadão polaco tem em mente, ou seja, que todos os partidos deveriam considerar e não só o meu partido", disse Adam Bielan.
O deputado do PiS é membro do parlamento europeu e um dos delegados para relações com o Mercosul. Tem 24 anos e nasceu em Gdańsk.

O Congresso do partido de direita polaco PiS está acontecendo no bairro da Nowa Huta, símbolo do passado comunista da Polônia.
Postar um comentário