terça-feira, 1 de dezembro de 2009

A origem do Jesus Misericordioso

A imagem antes da restauração

O padre Sopocko confiou a pintura da imagem de Jesus Misericordioso no início de 1934, em Vilno (cidade então, no território da Polônia e desde 1954 na Lituânia) ao pintor Eugeniusz Kazimirowski, que residia na mesma casa. A partir de então, a Irmã Faustina, durante seis meses ia ao ateliê a fim de fornecer orientações e sugerir detalhes relacionados com a aparência da imagem. O padre Sopocko cuidou pessoalmente que a imagem fosse pintada exatamente de acordo com as orientações da religiosa. A tela em que havia ordenado a pintura da imagem de Jesus Misericordioso foi por ele adaptada às dimensões de uma velha moldura que anteriormente lhe havia sido presenteada por uma paroquiana. Quando o quadro já estava pintado e pronto para ser exposto (isto em junho de 1934), o pe. Sopocko, querendo ainda se certificar quanto à legenda que nele devia figurar, pediu a irmã Faustina que se informasse a esse respeito com Jesus Cristo: ”Em determinado momento, o confessor perguntou-me como deveria ser colocada essa inscrição, visto que tudo isso não cabia nessa Imagem. Respondi que rezaria e responderia na semana seguinte. Quando saí do confessionário e estava passando diante do Santíssimo Sacramento, recebi a compreensão interior de como devia ser essa inscrição. Jesus me lembrou o que tinha dito na primeira vez, isto é, as palavras que devem ser salientadas: Jesus, eu confio em Vós” (Diário, 327).
”Pinta uma imagem de acordo com o modelo que estás vendo, com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós” (Diário, 47). ”Ofereço aos homens um vaso, com o qual devem vir buscar graças na fonte da misericórdia. Esse vaso é a Imagem com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós” (Diário, 327). Após obter a resposta, o pe. Sopocko localizou na parte inferior do quadro a legenda, que constitui um elemento essencial dessa imagem. A seguir, no dia 4 de abril de 1937, atendendo a um pedido expresso de Jesus Cristo, transmitido por Irmã Faustina, expôs a imagem na igreja de Santo Miguel, em Vilno, da qual era reitor.Em 1948, depois que as autoridades comunistas fecharam a igreja de Santo Miguel, a imagem foi guardada na igreja do Espírito Santo, onde era pároco o pe. Jan Ellert, que não estava interessado em ficar com ela. Por isso o pe. Józef Grasewicz, amigo do pe. Sopocko, levou-a para ser guardada na paróquia de Nowa Ruda, onde, apesar das muitas mudanças na administração da igreja, a imagem permaneceu por quarenta anos.Por volta de 1970, as autoridades de Nowa Ruda decidiram transformar a igreja num armazém. O pe. Sopocko, que se encontrava na Polônia e estava interessado no destino da imagem, pediu ao pe. Grasewicz que a transferisse para um lugar mais seguro. A proposta confidencial do pe. Sopocko no sentido de que a imagem fosse exposta na galeria de Ostra Brama (Ausros Vartai) em Vilno (agora Lituânia), onde havia sido exposta pela primeira vez para o culto público, foi transmitida somente em 1982 (já após a morte do pe. Sopocko). O então vigário de Ostra Brama, pe.Tadeusz Kondrusiewicz, achou essa idéia infudada e propôs que a imagem fosse exposta na igreja do Espírito Santo, onde era pároco o pe. Alexandr Kaszkiewicz, o qual inicialmente se opôs à idéia, mas finalmente concordou com a exposição da imagem. Dessa forma o pe. Grasewicz tomou a decisão de trazer a imagem novamente a Vilno. Por ordem do pe. Kaszkiewicz, foi realizada em 1986 uma restauração da pintura da imagem, em conseqüência do que foi deformada a face de Jesus Cristo. Foi feita a restauração da pintura em cor vermelha da legenda ”JESUS, EU CONFIO EM VÓS” e foi acrescentado à imagem um remate oval, que encobria o nicho na parte superior do altar. Essas mudanças não estavam de acordo com a composição artística primitiva da imagem elaborada em 1934 por E. Kazimirowski com a co-participação de Irmã Faustina e do pe. Sopocko. Em 1987, a imagem de Jesus Misericordioso foi exposta num altar lateral da igreja do Espírito Santo e, sem chamar muita atenção, por diversos anos esperou pela sua redescoberta.Em consequência da conservação realizada em 2003, devolveu-se à imagem o seu aspecto primitivo. Na nova moldura foi localizada uma placa, projetada pelo restaurador, com a legenda: JESUS, EU CONFIO EM VÓS. (A moldura com a legenda original perdeu-se no período em que a imagem permaneceu escondida).

A imagem restaurada na Igreja do Espírito Santo, em Vilno
Postar um comentário