quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Polônia recebeu menos turistas


Os gastos com férias diminuiu este ano em cerca de 25%. A previsão é de que este ano se apresente desastroso para o turismo polaco. O número de estrangeiros que visitaram o país foi o menor desde os anos 90 do século passado. O país perdeu cerca de 11,8 milhões de euros. É quase um terço menos do que dez anos atrás.
As consequências são dolorosas para a economia. A diminuição do número de turistas significa ganhos menores para muitas empresas. "Em relação às receitas do ano passado, estas diminuíram 400 milhões de euros", diz o presidente do Instituto de Turismo, Krzysztof Łopaciński.
Segundo as estimativas do Instituto de Turismo a despesa média dos estrangeiros em férias na Polónia diminuiu durante os primeiros três trimestres em quase um quarto do ano anterior, ou seja uma média de 353 dólares.
Entre os turistas, este ano, os alemães, sempre o maior grupo, chegaram em menor número a Polônia. Entre Janeiro e o final de setembro eles trouxeram para as margens do rio Vístula, 3,4 milhões de euros - cerca de 10 por cento menos que o ano anterior. A queda entre os turistas bielorrussos foi de 4%. Também os ucranianos e lituanos vieram em menor número, a diminuição alcançou 13%. Já os "muy amigos" russos foram os que tiveram o maior percentual de redução com 21%.
O que está derrubando a vinda dos estrangeiros a Polônia, entre outras coisas, é a forte valorização da moeda, o złoty, foi uma das moedas que mais se valoriozaram no mundo. Assim, os vizinhos que têm uma economia menor, encontram dificuldades para visitar a terra de Koperniko, Wojtyła e Wałęsa.
Postar um comentário