quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Prostituta milionária na Polônia

Foto Robert Krzanowski

O departamento fiscal da Polônia cobrou uma multa de 2,3 milhões de złotys (R$ 1,43 milhão) de uma mulher desempregada que deixou de pagar impostos sobre uma renda de ao menos 13,7 milhões de złotys (R$ 8,4 milhões) que, segundo ela, arrecadou como prostituta.
A mulher disse à secretaria da cidade de Katowice, no sul do país, que tinha clientes muito "generosos", segundo informações do site gazeta.pl, ligado ao jornal "Gazeta Wyborcza" nesta terça-feira.Um dos clientes pagou 5 milhões de złotys (cerca de R$ 3 milhões) no período entre 1997 e 2002, segundo a mulher.
"É praticamente impossível para uma pessoa ter um lucro assim só com negócios sexuais. Por conseguinte, suspeitamos que o dinheiro veio também de outras atividades ilegais", diz o inspetor Krzysztof Abratański, do Escritório Central de Investigações da Silésia, que elogia a cooperação com NTP. Nesta situação, os funcionários do Tesouro concluíram que a prostituta tinha recebido rendimentos de fonte não revelada e que lhe foi aplicada zł 2,3 milhões de imposto fixo.
Nos arredores do condomínio Góry, na cidade de Płocky.
Postar um comentário