sábado, 27 de março de 2010

A maior paixão de Cristo é na Polônia

Quadro de Kalwaria Zebrzydowska de séculos atrás, do artista Rydolf Alt

Dias atrás, uma televisão brasileira mostrou uma reportagem sobre representação da Paixão de Cristo. A repórter afirmou que a gradiosidade da representação teatral dos últimos dias de Jesus Cristo, mais antiga e monumental acontece numa pequena cidade da Alemanha. Depois mostrou Nova Jerusalém, no agreste pernambucano, como a maior representação da Paixão em todo o mundo.
Erraram duas vezes, a TV e a repórter. E tudo por ignorância, ou para atender algum apelo promocional, seja alemão (O papa atual nasceu na Alemanha), ou pelos atores globais que participam da representação em Pernambuco.
Na verdade, a mais antiga, longa e ocupando a maior área de representação, acontece na Polônia, mais precisamente em Kalwaria Zebrzydowska (pronuncia-se calvária jebjidóvsca), distante 20 km de Cracóvia.
Foi ali, que o menino Karol Wojtyła foi despertado para sua vocação sacerdotal, por exemplo. Junto com os pais, o "futuro" papa de "uno paese lontano" acompanhava todos os anos a representação da Paixão, na cidade, distante 40 km, da sua terra natal, Wadowice.
Este ano, como em todos os anteriores, por quase meio milênio, a pequena Kalwaria vai ser pequena para abrigar tantos peregrinos, fiéis e turistas, em mais de uma semana de representação da Paixão.
Nesta sexta-feira, cerca de 300, destas milhares de pessoas, sairam da igreja de São José, em Cracóvia, em direção a Kalwaria Zebrzydowska.
Os andarilhos peregrinos, equipados com uma lanterna, luzes de refletor e bastões para caminhadas em montanhas, marcharam durante toda a noit,e em grupos de dez pessoas, pelas pequenas colinas do trajeto entre as duas cidades. Mas não só de Cracóvia estão partindo andarilhos. Também partiram outros fiéis, das localidades de Tyniec, Skawina, Radziszów, Chożyny, Podolany e Leńcze, nos arredores de Cracóvia.
O primeiro grupo de peregrinos a chegar a Kalwaria, na manhã deste sábado, foi o organizado pela Associação de Peregrinos Andarilhos "Primavera".
Outros grupos de localidades mais distantes, como Częstochowa, Varsóvia e Gdańsk estarão chegando durante o dia. Muitos saíram de suas casas há mais de uma semana, já que fizeram também o percurso à pé, e Suwalki, por exemplo, está distante de Kalwaria mais de 700 km.
A representação da Paixão acontece nesta cidade de pouco mais de 4 mil habitantes em volta da Basílica Matky Boskiej Anielskiej e outras 42 capelas e igrejas utilizadas para o percurso de Jesus Cristo, desde o local da sua condenação, até o Monte Calvário. Os percursos da Paixão são divididos em 28 estações de Cristo e 24 estações de Maria.
O chefe da voivodia (Estado) de Cracóvia, Mikołaj Zebrzydowski depois de ter fundado a pequena cidade, em 1602, começou a representação da Paixão de Cristo, em 1617. Como Papa, João Paulo II visitou duas vezes Kalwaria, nestas ocasiões pronunciou as seguintes frases sobre o local. Disse ele em 7 de junho de 1979:

"Kalwaria ma w sobie coś takiego, że człowieka wciąga. Co się do tego przyczynia?
Może i to naturalne piękno krajobrazu, który się stąd roztacza u progu polskich Beskidów..."
(Calvária tem algo sobre ela que atrai o homem. O que contribui para isso? Talvez seja a beleza natural da paisagem, que está se oferecendo aqui no começo das montanhas polacas Beskydy...)

Em 19 de agosto de 2002:
„Przybywam dziś do tego Sanktuarium jako pielgrzym, tak jak przychodziłem tu jako dziecko i w wieku młodzieńczym. Staję przed obliczem kalwaryjskiej Madonny, jak wówczas, gdy przyjeżdżałem tu jako biskup z Krakowa, aby zawierzać Jej sprawy archidiecezji i tych, których Bóg powierzył mojej pasterskiej pieczy. Przychodzę tu i jak wtedy mówię: Witaj! Witaj, Królowo, Matko Miłosierdzia!" (Hoje, venho a este santuário como um peregrino, como vim aqui quando era uma criança e adolescente. Estou diante da face da Madona de Calvária, como quando vim aqui como bispo de Cracóvia, quando confiei os assuntos da Arquidiocese e agora isto, como aqueles assuntos que Deus confiou aos meus cuidados pastorais. Eu venho aqui e assim eu digo: Bem-vindo! Salve Rainha, Mãe de Misericórdia!)

Postar um comentário