sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Ela estaria fazendo 75 anos de vida

Eunice Pereira Iarochinski (meses atrás)

Mãe! Você deve estar sabendo quanta falta me fazes, não?

Não tem sido fácil entender o significado de viver... sem você.

Tua coragem, tua disposição para a luta,
tua serenidade para compreender a todos,
teu carinho e simpatia com os desconhecidos,
o teu amor para os conhecidos,
teu sorriso que era maior que todas as dores que sentias...

Neste 18 de agosto não tem festa, nunca mais haverá festa neste dia de agosto.

Mãe...
É verdade que tenho procurado transparecer a angustia, o desalento...
Viu? Não é?
Estou aqui buscando respostas para minha origem, sabendo que ela na verdade tem apenas um nome, o teu...
dona Eunice, minha mãe eterna!
Postar um comentário