domingo, 21 de abril de 2013

Fiat comemora 1 milhão de 500 feitos na Polônia


A Fiat comemorou nesta sexta-feira, 19, a produção de 1 milhão de veículos 500 em sua fábrica da Polônia, no complexo Fiat Auto Poland, na cidade de Tychy (também famosa pela cerveja Tyskie).
Desde que foi lançado, em 2007, o modelo é comercializado em 83 países ao redor do mundo, incluindo Itália, Reino Unido, África do Sul, Polônia, EUA, Japão e Brasil.
No início de sua importação para o País, o carrinho vinha do complexo polaco, mas desde 2011, quando começou a ser feito na Fiat de Toluca, no México, a rota de importação foi alterada para isenção do imposto.
A produção do 500 em ambas as fábricas já ultrapassa 1,1 milhão de unidades. Segundo a Fiat, o 500 foi o primeiro automóvel a oferecer sete airbags de série, ESP para todas as versões de motorização e uma gama de mais de 1 milhão de personalizações possíveis.


Além disso, foi o primeiro carro com comprimento de apenas 3,55 metros a conseguir nota máxima nos testes de impacto no EuroNCAP.
Para confirmar sua vasta gama de personalização, o Cinquecento de número 999.999 é vermelho e leva motor 1.3 MultiJet de 95 cavalos.
Foi comprado por um consumidor italiano. Já o número 1.000.001 é um 500C, azul, com motor 1.2 de 69 cavalos. Será entregue para um consumidor alemão em breve.
Com isso já foram produzidas 1,1 milhão de unidades do carrinho, se considerada a produção da fábrica do México.
Enquanto na Polônia a versão mais barata do Fiat 500 de 1,2 litros e motor de 69 cavalos custa 54.500 złotych,ou 34.828 reais.
Já a versão mais cara na Polônia é o CC Lounge 1,3 Multijet, motor de 95 cavalos com sistema Start & Stop custa 72.500 złotych, ou 46.351,62 reais. br /> Os
Postar um comentário