quarta-feira, 24 de abril de 2013

Potiguares no Festival de Cinema de Cracóvia

Cineastas de Natal gravam documentário em Cracóvia
Texto: Dênia Cruz Sckaff/ Jornal Tribuna do Norte / Natal

Os documentaristas do Rio Grande do Norte que participam do Festival Off Plus Camera, em Cracóvia, na Polônia, estão em plena produção do documentário “Cineastas independentes” (nome ainda provisório) durante participação no evento.
O grupo carimbou o passaporte para integrar a programação do festival europeu a partir do prêmio recebido pelo curta “Maré Alta”, exibido no Festival Internacional de Cinema de Baía Formosa – em um minuto, o filme gravado na praia de Sagi e trata do avanço do mar naquele trecho do litoral Sul do Rio Grande do Norte.
Já o documentário produzido na Polônia pretende propor reflexão sobre os desafios do cinema independente, a partir das experiências de realizadores de vários países que estão mostrando suas produções na edição 2013 do Off Plus Camera. “Diante da oportunidade de conhecer as realidades de outros lugares resolvemos nos propor um desafio: fazer um documentário que fale sobre as experiências de produzir um filme de forma independente. E nada melhor que ouvir isso dos próprios realizadores”, adiantou o documentarista Alexandre Santos, integrante do grupo potiguar. 
A produção do curta foi feita em paralelo às atividades do festival. Foram feitas 10 entrevistas com realizadores da Polônia, Estados Unidos, Inglaterra e da Coreia do Sul.
Dificuldades semelhantes Para produtora do documentário, Dênia Cruz Sckaff, fazer filme de forma independente é necessário, contudo é difícil porque produção audiovisual requer recursos. “Gostamos do que fazemos e sabemos o quanto é difícil produzir filmes, e pelo que estamos constatando no Off Plus Camera as realidades pelo mundo não são tão diferentes das nossas. Precisamos buscar alternativas para que a produção independente seja cada vez mais reconhecida”, afirmou a produtora.
A editora de imagens, Fernanda Pires, ressaltou a importância de participar dos festivais. “Para a produção independente os festivais são espaços essenciais, de troca de experiências e integração. Sem esses contatos o cinema independente não estaria em crescimento como vemos hoje”, colocou.
O Festival Off Plus Camera encerrou no sábado (dia 20 de abril) justamente com a exibição do micro documentário “Maré Alta” e do longa nacional “Xingu”.
Postar um comentário