quinta-feira, 7 de maio de 2015

Pianista "masakra" na Capela Santa Maria

Ao final da audição, esperei na fila de autógrafos para dizer ao artista:
Pan jest masakra na pianinie. Gratuluję! Brawo!
Po portugalsku: "o senhor abusa do piano".
Ele não entendeu, evidentemente, então disse: Pan nadużycie fortepian.

Estou falando do pianista Artur Dutkiewicz, que pela primeira vez tocou no Brasil, na noite de ontem, na Capela Santa Maria, em Curitiba, em comemoração ao 3 de maio - dia da Constituição da Polônia.
A sala de concertos lotou e não apenas com descendentes de polacos, mas também de curitibanos de outras etnias.
O próximo concerto é em Brasília ainda esta semana. Dutkiewicz é simplesmente um dos maiores pianistas jazzistas da Europa.

Aqui uma pequena amostra do talento desse virtuoso, que confessou que quando começou a aprender a tocar com uma professora idosa, num castelo da Polônia, ele aproveitava para improvisar na lição, por não se lembrar corretamente dos acordes e toques ensinados. Mas isso só quando, a professora cochilava, naqueles momentos:

Ditkiewicz interpreta "Woodoo Child" de J. Hendrix
Postar um comentário