sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Nacionalismo e Patriotismo

Foto: Andreas Dueren - CNA
O Arcebispo de Poznań e Presidente da Conferência Episcopal Polaca (KEP), Stanisław Gadecki, dedicou uma carta para explicar as diferenças entre o nacionalismo e o patriotismo, por ocasião da XXI Jornada do Judaísmo na Igreja Católica na Polônia. O religioso expôs os perigos do primeiro e recomendou as virtudes do segundo, que descreveu como "uma atitude que vale a pena cultivar".

"A Igreja Católica percebe criticamente o nacionalismo, porque colocar a nação acima da hierarquia de valores pode levar a uma espécie de idolatria", advertiu Gadecki, que recordou que o Papa Pio XI em 1937 advertiu contra este erro na Encíclica "Mit Brenneder Sorge".

Em contraste, o arcebispo recomendou a promoção do patriotismo, citando as palavras de São João Paulo II na Encíclica "Redemptoris Missio": "O cristão e as comunidades cristãs vivem profundamente inseridos na vida de seus povos respectivos e são sinal do Evangelho inclusive pela fidelidade à sua pátria, ao seu povo, à cultura nacional, mas sempre com a liberdade que Cristo trouxe".

Os Bispos polacos contam com um documento intitulado "A Forma Cristã do Patriotismo" e afirmaram em 2012 que o patriotismo pode ser um elemento de ordem e paz se ele se constrói sobre a Fé e o mandamento do amor. Os religiosos polacos descreveram o dever patriótico também como um "compromisso de trabalho sobre a reconciliação social através de recordar a verdade sobre a dignidade de cada ser humano", e um apontar e crescer até as possibilidades do país através da cooperação acima das divisões.

"Desejo a todos meus compatriotas em casa e no exterior que o Centésimo Aniversário da Independência da Polônia nos fortaleça no amor à pátria no espírito do autêntico patriotismo", concluiu Dom Gadecki. (EPC)

Fonte:gaudiumpress.org
Postar um comentário