sábado, 25 de agosto de 2007

Dissolução nas mãos do PO

O Primeiro Ministro Jarosław Kaczyński disse que a dissolução do atual parlamento polaco depende do partido de oposição PO - Plataforma Cívica (Platforma Obywatelski), já que a Aliança Esquerda Democrática se opõe a idéia. Durante a coletiva de imprensa em Varsóvia, nesta sexta-feira Kaczyński afirmou que seu Partido PiS (Lei e Justiça) apóia a idéia da dissolução do Parlamento e deseja que a votação para isso ocorra no próximo dia 7 de setembro.

A crise no governo da Polônia, sob o comando dos irmãos gêmeos Kaczyński, chegou a um impasse, menos de dois anos de mandato, após. Sem o apoio da coalizão de direita que os sustentava, a única saída do gêmeo mais velho (nasceu minutos antes do Presidente Lech) foi propor a dissolução do Congresso. Mas Donald Tusk (perdeu as eleições presidenciais para Lech) e seu partido não parece concordar com as invencionices da direita que conquistou o poder com os votos dos ex-comunistas católicos da zona rural da Polônia.
P.S. Jarosław Kaczyński (pronuncia-se iarossúaf catchíenhsqui) Lech (Lérrrhhh)
Postar um comentário