sábado, 25 de agosto de 2007

Mímicos brasileiros em Varsóvia


Foto: Xavier Cantat

No teatro Woli, de Varsóvia, acontece o 7°. Festival Internacional de Mímica. Na programação, deste sábado, está o espetáculo “Saudade”, do grupo teatral francês “Dos a Deux”. O elenco é formado pelos mímicos brasileiros André Curti e Artur Ribeiro. Em entrevista a imprensa polaca, os brasileiros tentaram explicar a palavra “saudade”, dizendo ser difícil traduzí-la, mas que ela estaria próxima do significado da espanhola “soledade” e entendida como solidão e lembranças. É a segunda vez que os dois se apresentam na Polônia.
“Embarcar, desviar, provocar, Saudade em Terras d’água revoluciona nossas percepções e nos conduz ao exílio forçado de uma família.” O espetáculo conta a história de uma mãe e seu filho, habitantes isolados no meio de um mar azul-infinito. Um dia, a mãe, preocupada com a continuidade dessa vida, parte em busca de uma mulher para seu filho. A mulher vem de uma outra terra, distante. Os três aprendem a se conhecer e vão construindo seu espaço, apesar de conflitos e confrontos. Aos poucos, uma relação de afeto certamente nascerá entre eles. Nada devia perturbar este equilíbrio conquistado em tempos remotos. Só que, um dia – ou talvez progressivamente, eles já não se lembram mais –, a água que os cercava desaparece, seca. A água se transforma em terra.
O grupo foi criado em Paris em 1997, por Artur e André, com a intenção de desenvolver uma pesquisa artística sobre o teatro gestual. O primeiro trabalho, “Dos a deux”, que deu nome ao grupo, revelou os artistas através de "uma partitura gestual ritmada por emoções e sensações". O duo vem obtendo sucesso internacional desde 1998, tendo feito mais de 150 espetáculos até hoje, em vários países, apresentando-se como uma companhia teatral franco-brasileira.
Postar um comentário