sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Saudades de Ku... rytyba

"tem certos dias em que penso em minha gente e sinto assim todo meu peito se apertar" (Garoto, Vinícius de Moraes, Chico Buarque e Nicanor)


Largo da Ordem em Curitiba

Onze mil e quinhentos quilômetros, ditos assim, parecem pouca coisa, mas se imaginar que entre os dois pontos estão metade de um continente, uma raspa de outro e um oceano inteiro, aí então fica longe pra chuchu. Essa é a distância entre a atmosfera cracoviana e o "sorriso da cidade" dos pinheirais. Pensando nela, lembrei da canção do Carlos Careqa, este catarina curitiboca, que inventou de fazer graça na terra da garoa e se tornou a figura mais carimbada da paulicéia desvairada. Antes de ser famoso, o então "Careca" (sem q) batia de porta em porta nos jornais, rádios e tvs de Curitiba para divulgar seu trabalho. Eu fui um daqueles jornalistas que o recebia e procurava divulgar o já excelente trabalho. Mas a provinciana curitiba era muito pequena ainda para entender a artisticidade de Careqa. E ele foi ser "gauche" no mundo! Para felicidade geral da nação.

Para aqueles que estão longe e até para aqueles que pensam um dia conhecer a "terra-de-muitos-pinhões" ouçam o que canta Careqa desde seu desterro em São Paulo em homenagem a "Eu gosto de Cu...ritiba Eu quero ir fundo, no meio do mundo Aqui é o lugar Olhar as meninas Da Praça Osório Pela janela do meu escritório".
Para ouvir clique no link e baixe o arquivo cu ritiba http://www.ui.jor.br/curitiba.mp3
para saber mais de Carlos Careqa vá a http://www.carloscareqa.com.br/
Postar um comentário