domingo, 16 de setembro de 2007

Italianos não desistem da Euro 2012

O presidente da federação Italiana de Futebol Giancarlo Abete não perde a oportunidade para sempre agourar a realização da Copa Européia de Futebol, em 2012, na Polônia e Ucrânia.
"Polacos e Ucranianos têm sérios problemas técnicos. Eles podem desistir, pois a Itália a cada momento está mais preparada para organizar a Euro 2012". Provocou o dirigente italiano, esta semana, por ocasião do jogo Itália X Ucrânia. Voto vencido na reunião da UEFA, que decidiu pelos dois países eslavos, a Itália já tentou de tudo, desde ridicularizar a jogar falsos argumentos. Embora tenha ganho o título da última Copa do Mundo na Alemanha, o dirigente não consegue se livrar dos escândalos da temporada que fez a Juventus jogar na segunda divisão. Abete deve crer que somente com uma grande realização esportiva pode apagar a triste situação do "Calcio". Como não dá mais para tirar da Áustria e Suíça a Euro 2008, ele ataca de todas as formas Polônia e Ucrânia.
Postar um comentário