segunda-feira, 10 de setembro de 2007

Schröder defende Rússia

O ex-chanceler alemão Gerhard Schröder disse neste fim de semana que a União Européia está refém dos interesses anti-russos do Governo Polaco. O alemão disse que a instalação da defesa antimísseis na Polônia e República Tcheca, por parte dos Estados Unidos é "politicamente perigosa". Segundo Schröder "os líderes da Polônia e muitos países da UE agem perante as relações Russia-Europa com base nos interesses econômicos da Polônia". O ex-chanceler prometeu alertar o governo do seu país para que leve este seu pensamento até Bruxelas.
O jornal "Gazeta Wyborcza", por sua vez, lembra que esta postura de Schröder, está de acordo com os interesses da Nord Stream (associação russa-alemã) que constrói o gazoduto no mar Báltico. A firma alemã no consórcio é a Gazprom, na qual Schröder é o líder do conselho de acionistas. Ou seja, o alemão é lobista dos interesses do Kremlin. Assinala o jornal polaco.

Por outro lado, a sociedade polaca tem presente na memória a invasão conjunta de nazistas e comunistas na Polônia, durante a Segunda Guerra Mundial.
Postar um comentário