quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Yushchenko desmente Putin

Foto:AFP

O Presidente Lech Kaczyński disse que o presidente Viktor Yushchenko apresentou a ele o conceito de um acordo técnico que permitiria o retorno rápido da entrega de gás russo para a Europa.
Falando depois de conversar com Yushchenko na casa de montanha da presidência da República da Polônia, na cidade de Wisła, Kaczyński disse que não foi a primeira vez que se tem que lidar com certa confusão de informação. Está no interesse da Ucrânia e Polônia que a pura verdade apareça, acrescentou ele, enquanto fazia comentário sobre o gasoduto entre a Ucrânia e Rússia. 
O presidente Yushchenko, por sua vez, rejeitou a acusação de Moscou que a Ucrânia estaria roubando gás russo enviado para a Europa para seu uso próprio. o presidente ucraniano sugeriu que a Rússia vá a um tribunal de arbitragem internacional se tem qualquer evidência, ou prova do que está acusando. Yushchenko acentuou que o lado ucraniano está tratando suas obrigações responsavelmente para com os países da Europa importadores de gás russo. O presidente ucraniano negou que a Ucrânia esteja bloqueando o fluxo de gás para a Europa.
Ontem à noite, o presidente russo Dmitrij Miedwiediew propôs uma reunião dia 17 de janeiro, próximo sábado, entre a Rússia e países envolvidos no conflito do gás. A Ucrânia imediatamente aceitou a reunião de cúpula, mas disse que não concorda que a reunião aconteça em Moscou,como propôs o presidente russo. "Tem que ser num lugar neutro", anunciou no comunicado o governo de Kiev.
Postar um comentário