quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Seis meses sem a heroína

Eunice Pereira Iarochinski
Foi há seis meses... 12:20 daquele abril, o coração deixou de bater nesta dimensão. Eunice, Eunice... Mãe, embora seu legado seja eterno, sua presença física é insubstituível... que falta me fazes.
Postar um comentário