quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Peregrinações na Polônia


Amanhã, 15 de agosto, é o dia mais importante nas celebrações de Jasna Góra, em Częstochowa (pronuncia-se iásna gura, Tchenstorróva), quando se comemora a Assunção da Virgem Maria.
Cerca de 80 mil peregrinos devem se reunir diante da catedral onde está protegida a Czarna Madonna, ou Madona Negra da Polônia - Nossa Senhora de Częstochowa.


Se comparados aos 3,5 milhões de Copacabana podem ser considerados minoria. Mas o número de peregrinos durante todo o ano a esse santuário foi de 3,3 milhões, o que se aproxima da Jornada Mundial da Juventude.
Este número incrível de peregrinos polacos já chegou a 4,5 milhões sete anos atrás, quando da morte do Papa João Paulo II.
Częstochowa talvez não seja tão conhecida mundialmente como as peregrinações ao Vaticano, Fátima, Lourdes ou Medjugorje. Mas tem uma peculiaridade: na Polônia os fiéis chegam todos à pé. Alguns percorrem mais de 700 km, distância entre Jasna Góra e um povoado no Nordeste do País, encravado na fronteira com a Lituânia.
Costumam andar 30 km por dia. Hospedam-se na casa de outros peregrinos, que na manhã seguinte saem para as estradas com seus hóspedes em direção ao santuário polaco.


Um peregrino de Cracóvia costuma levar 4 dias para chegar até às proximidades do altar da Madona. O peregrino de Varsóvia leva 10 dias para percorrer 300 km entre a capital e Częstochowa.
Não bastasse essa viagem programada em todo verão polaco, os padres palotinos organizam peregrinações a outros santuários espalhados pelo mundo....Foi assim mês atrás a Foz do Iguaçu, Curitiba, Aparecida do Norte e Rio de Janeiro.
E claro tudo custa. Mas o dinheiro vem de contribuições, festas, bingos, quermesses. O peregrino polaco nos meses de setembro e outubro vão China para "O encontro de duas grandes tradições do Oriente e do Ocidente", por 15 dias, ao custo 1.600. dólares.
Depois ao Egito "pátria antiga copta", por 9 dias, a 1000. dólares. No final do ano farão uma peregrinação a Nova Zelândia e a Ilhas Fiji (custo da peregrinação de 17 dias por 8500. Dólares).
Um segundo grupo de 40 pessoas irá à Guadalupe, no México por 8 mil dólares). As viagens de peregrinos polacos mais frequentes ocorrem a Jerusalém e Roma...cerca de 80 delas por verão.
De acordo com dados oficiais do Instituto de Estatísticas da Igreja Católica cerca de 200 mil polacos viajam em peregrinação ao exterior por ano.


Postar um comentário