quarta-feira, 2 de abril de 2014

Jaruzelski é transferido entre hospitais


Wojciech Jaruzelski, 90 anos de idade, ex-presidente da República Popular da Polônia, está com problemas de insuficiência cardíaca congestiva, que vem aumentando.
Após vários meses de tratamento na clínica de Szaserów, em Varsóvia, foi transferido, no domingo último, para o hospital militar em Busko-Zdrój . "Esta fraco fisicamente, mas mentalmente em boa forma", diz o Dr. Bernard Solecki, diretor da instituição.
Jaruzelski, em 12 de dezembro de 2013, foi tratado no Instituto de Medicina Militar, na ulica Szaserów, em Varsóvia, devido ao enfraquecimento significativo de sua capacidade física, resultante da gravidade da insuficiência cardíaca .
Durante a estadia no hospital, entre outros, foi submetido a uma cirurgia urológica. "O general é um homem doente, precisa de reabilitação após um tratamento de quatro meses Atualmente, o paciente está deitado, a nossa tarefa é devolver-lhe a movimentação, para que ele possa sair da cama e mover-se." Disse Dr. Solecki.
O diretor do Hospital Militar de Reabilitação de Busko-Zdrój, afirma que, conversei com Jaruzelski, "agora ele está fraco fisicamente, mas mentalmente em boa forma. Esperamos atingir a meta de reabilitação para ele, o que deve levar de três a quatro semanas".
Em 2013, Jaruzelski foi hospitalizado várias vezes. Em novembro, também fez uma cirurgia urológica. Em agosto e setembro estava no hospital por causa de infecções do trato urinário e pneumonia. Anteriormente, ele tinha sido hospitalizado, no final de janeiro e início de fevereiro, por causa de uma pneumonia.
Em 2011, ele foi diagnosticado com linfoma. Jaruzelski também teve complicações após a quimioterapia.
O Tribunal Regional, em Varsóvia, anunciou em meados de março, que haviam descoberto, que a saúde do general Jaruzelski, não permitia colocá-lo no banco dos réus, no julgamento que corre em Varsóvia, por ele ter colocado a Polônia, em 1981, sob lei marcial, além de outro processo que corre contra ele, pelo massacre dos trabalhadores em Wybrzeża, em Dezembro de 1970.
Em três meses, o processo judicial será novamente analisado, ante a possibilidade de sua participação nas audiências.
Postar um comentário