segunda-feira, 6 de julho de 2015

Exposição: "Como um polaco construiu ferrovias no Brasil"


Acontece hoje, dia 6 de julho, às 20 horas, a abertura da exposição: "História da Família Wierzbowski",  na sede da Casa da Cultura Polônia Brasil, Rua Ébano Pereira, 502 - Curitiba/PR.
A exposição conta com o apoio do Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Casa da Cultura Polônia Brasil, Sociedade Polono-Brasileira Tadeusz Kosciuszko, Braspol e Sociedade Polono-Brasileira Marechal Pilsudski.

A exposição fica aberta à visitação até 17 de julho de 2015.

História da família Wierzbowski
Como um polaco construiu ferrovias no Brasil...

No dia 28 de julho do ano 2005, a Biblioteca Silesiana na Polônia recebeu solenemente um presente especial: o patrimônio da família Wierzbowski. A coleção única do seu gênero, doada pelos herdeiros Jerzy Łuka e Ewa Sońska, consiste em diversos documentos da família, arquivos fotográficos e mapas feitos a mão. Ilustra a incrível história da família Wierzbowski, primeiramente ligada às terras polacas sob ocupação russa, depois à Silésia Maior, e finalmente, sua vida no país distante, no Brasil.
Demostra a persistente luta pela polonidade e um patriotismo inabalável. Os documentos mais antigos da coleção datam da primeira metade do século XIX, entre eles, um diploma de 1847 „Heroldya do Reino Polaco” confirmando o título de nobreza de Tomasz Wierzbowski, com brasão de Lubicz.
Porém, os mais curiosos e raros são os materiais referentes à emigração de Teofil Witold Wierzbowski para o Brasil; engenheiro e construtor de ferrovias no Brasil.
As imagens registradas por ele formam um testemunho único do processo da construção de ferrovias no Paraná entre os anos 1909 e 1914.
Não menos interessante é um mapa do Estado, feito em próprio punho por Teofil Witold Wierzbowski. E finalmente, temos os interessantes documentos da Silésia Maior, onde a família se estabeleceu nas décadas entre guerras.
O herdeiro e doador da coleção, Jerzy Łuka, mora ali até os dias de hoje. Sua mãe, Sra. Zofia Łuka (de solteira: Wierzbowska), filha do construtor, que ainda lembra os tempos da emigração, mora hoje em Rzeszów.
Esta coleção foi cuidadosamente organizada, e os manuscritos, as fotografias e mapas enriqueceram o acervo da Biblioteca Silesiana.
Hoje apresentamos uma parte especial dessa coleção, na exposição sob o título: “Como um polaco construiu ferrovias no Brasil...”, contendo as fotos tiradas na selva brasileira por um imigrante e engenheiro polaco, construtor de ferrovias no Brasil, Teofil Witold Wierzbowski.
Graças à sua paixão por fotografia, podemos nos transportar no tempo e espaço de um país distante. Em cor sépia podemos admirar as incríveis paisagens do início do século XX e as pessoas, encarando com bravura a natureza selvagem. Essa viagem é de fato incrível e fascinante ....
Postar um comentário